Motocicletas

 

 

 

Honda CG 125 Fan

uma motocicleta que ampliará a base de mercado

 

Março/05

 

 

 

 

                        Com o modelo, que tem excelente custo-benefício e preço acessível, marca aumenta o número de opções no segmento de baixa cilindrada

 

                        Atenta às expectativas dos consumidores potenciais, que ainda não tinham acesso e desejavam um veículo próprio, financeiramente viável, a Honda lança uma motocicleta básica, que oferece atributos como qualidade, resistência, economia e baixo custo de manutenção, além do consagrado motor OHV (Over Head Valves) de 124,1 cm3, sinônimo de durabilidade e robustez. Estes são alguns diferenciais da nova Honda CG 125 Fan, que em breve estará disponível nas concessionárias da marca.

 

                        A Honda CG 125 Fan vem atestar o intuito da marca de tornar a motocicleta ainda mais acessível, principalmente aos segmentos da população que necessitam de um veículo versátil e de excelente custo-benefício.

 

                        O modelo é o primeiro a trazer o tema Motocracia Honda, conceito que traduz o objetivo da Honda de democratizar o transporte próprio, atendendo às necessidades de um número cada vez maior de consumidores.

 

                        Por suas características, a Honda CG 125 Fan visa atrair novos adeptos entre o público que valoriza prioritariamente a funcionalidade e a confiabilidade e que utiliza a motocicleta como ferramenta de trabalho e geração de renda ou ainda na locomoção diária, como uma alternativa ao transporte público. A partir de agora, também os consumidores que conseguiam viabilizar apenas a compra de motocicleta usada passam a ter a possibilidade de concretizar o desejo de adquirir uma Honda zero-quilômetro.

 

                        Mais uma opção no segmento de baixa cilindrada, o modelo traz o nickname Fan, em alusão à palavra "fã" em português, que ilustra o conceito de atrair novos admiradores para o mundo das duas rodas, além de remeter ao adjetivo "fun" (divertido, em inglês), que reflete o prazer de pilotar uma motocicleta Honda.

 

 

Design moderno e despojado

 

                        Com um design de linhas retas e marcantes, o visual da Honda CG 125 Fan transmite robustez e funcionalidade. Disponível nas cores azul e vermelha, o modelo traz peças injetadas na cor preta, como pára-lamas, tampas laterais e rabeta, priorizando a economia de manutenção, visto que dispensam retoques com pintura e proporcionam grande resistência.

 

                        Para fácil identificação da Honda CG 125 Fan, foram criados grafismos exclusivos. O tanque de combustível, de formato anatômico, traz adesivo básico e pintura em cor sólida, para facilitar a personalização, enquanto o logotipo CG 125 Fan foi aplicado nas tampas laterais e no painel.

 

                        O conforto também é um ponto forte do modelo, que conta com o assento em dois níveis, largo e macio, que visa reduzir a fadiga na pilotagem por longos percursos e proporcionar mais comodidade ao piloto e ao garupa.

 

                        O painel de instrumentos, de concepção funcional, garante boa leitura e visualização. Traz velocímetro, luzes indicadoras de direção, de posição neutro e farol alto. O farol em formato circular, com sistema de acendimento automático, tem lâmpada halógena 35/35W com refletor multifocal, o que aumenta a área de iluminação com menor índice de dissipação de luz, garantindo uma pilotagem segura. O modelo traz ainda trava de guidão na coluna de direção.

 

 

Motor OHV 125 (vareta)

potência e durabilidade

 

                        A Honda CG 125 Fan é equipada com o motor OHV (Over Head Valves) de 124,1 cm3, monocilíndrico, 4 tempos, que gera potência máxima de 12,5 cv a 8.250 rpm e torque máximo de 1,02 kgf.m a 7.500 rpm, consagrado pela durabilidade, robustez e confiabilidade.

 

                        O motor OHV (comando de válvulas em disposição lateral), já utilizado na CG 125 Titan e que atualmente equipa a NXR 125 Bros, foi escolhido por atender às necessidades diárias do motociclista e apresentar diferenciais como resistência e baixo índice de manutenção, mesmo em uso severo. O modelo é dotado de sistema de carburação do tipo PD, com 22 mm de diâmetro de Venturi, além de ignição CDI (Ignição por Descarga Capacitiva).

 

                        Dotado de partida a pedal, o modelo traz câmbio de cinco marchas de engates precisos e embreagem com acionamento preciso e macio. A mola do pedal de partida conta com eficiente sistema de retorno e o escapamento cromado tem tubo de descarga de parede dupla e abafador com discos separadores internos, reduzindo o nível de ruídos.

 

                        O tanque de combustível conta com capacidade para 13,5 litros (reserva 2 litros) e proporciona ao modelo excelente autonomia para a realização de longos percursos. A bateria selada tem maior vida útil e é isenta de manutenção.

 

                        O chassi, do tipo Diamond estampado, beneficia a pilotagem, devido à maior rigidez torcional, o que transmite segurança e proporciona excelente maneabilidade.

 

                        Já o conjunto de suspensões dianteira e traseira permite maior estabilidade e proporciona amortecimento e progressividade. Na dianteira, o curso é de 115 mm e na traseira de 82 mm. Os cilindros da dianteira possuem 27 mm de diâmetro.

 

                        Os pneus do tipo 2,75 - 18 M/C 42 P (dianteiro) e 90/90 - 18 M/C 57 P (traseiro), aliados aos amortecedores traseiros, permitem ajustes de acordo com o peso transportado, possibilitando equilíbrio na pilotagem.

 

 

Diversidade de opções na base de mercado: é a Motocracia Honda

 

                        Com mais este lançamento, a Honda diversifica ainda mais as opções de entrada para o "mundo das duas rodas", com 9 diferentes modelos e 12 versões, ideais para os mais variados perfis de públicos e utilização.

                        A versatilidade e a economia possibilitam à Honda CG 150 Titan, o carro-chefe da marca, ter um posicionamento de mercado que abrange o uso no trabalho, no dia-a-dia e no lazer, correspondendo com suas versões às expectativas de uma ampla faixa de público. Perfil similar tem a C100 Biz, marcada pela facilidade de pilotagem e praticidade, que é ideal para o deslocamento diário e o lazer. A CG 150 Sport reúne alto desempenho, estilo, esportividade e diferenciação. Modelo da categoria urbana utilitária, a CG 150 JOB tem características que a credenciam como meio de locomoção e ferramenta de trabalho.

 

                        Já a NXR Bros é uma opção de locomoção e lazer para a cidade e a área rural, enfrentando com desenvoltura o trânsito congestionado, estradas de terra e de asfalto malconservado. A CG 125 Fan chega para ocupar um espaço que existia no segmento, como uma opção de motocicleta básica e acessível, com vocação para o uso no trabalho e no transporte diário.

 

                        A Honda CG 150 Titan conta com três versões: KS (partida a pedal), ES (partida elétrica) e ESD (partida elétrica e freio dianteiro a disco). A sexta geração do modelo, lançado em março de 2004, tornou-se um grande sucesso, resultando em um crescimento de 9% nas vendas de março a dezembro de 2004 sobre o mesmo período de 2003. Voltada ao uso profissional, a Honda CG 150 JOB traz bagageiro exclusivo para o transporte de cargas. A Honda CG 150 Sport tem visual esportivo e sofisticado, e motor com mais potência e torque. A NXR Bros, modelo da categoria off-road, versátil e fácil de pilotar, oferece, nas versões com motores de 125 cm3 e 150 cm3, desempenho e esportividade em qualquer terreno. A C100 Biz, disponível em três versões, é versátil e ideal para o uso no dia-a-dia. Já a nova Honda CG 125 Fan, com visual básico e despojado, tornou-se a CG mais acessível da Honda.

 

                        A Honda CG 125 Fan pode ser encontrada nas cores vermelha e azul em todas as concessionárias Honda no País. O preço público sugerido do modelo é R$ 4.660,00, com base no Estado de São Paulo, não incluindo despesas de frete e seguro. A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.

 

Jornalista Responsável: Ricardo Ghigonetto (Mtb. 14.150)

 

 

Especificações técnicas

CATEGORIA

Urbana street

MOTOR

124,1 cm³, OHV, monocilíndrico, 4 tempos, 

arrefecido a ar

ALIMENTAÇÂO

Carburador PD 22 mm de Venturi

POT. MÁX.

12,5 cv / 8.250 rpm

TORQUE MÁX.

1,02 kgf.m / 7.000 rpm

SISTEMA DE IGNIÇÃO

CDI

BATERIA

12V - 4 Ah

SISTEMA DE PARTIDA

Pedal

CAPACIDADE DO TANQUE

13,5 litros (reserva 2 litros)

TRANSMISSÃO

5 velocidades

SUSPENSÃO DIANTEIRA

Garfo telescópico com 115 mm de curso

SUSPENSÃO TRASEIRA

Duplo amortecida com 82 mm de curso

FREIO DIANTEIRO

Tambor de 130 mm de diâmetro

FREIO TRASEIRO

Tambor de 130 mm de diâmetro

PNEU DIANTEIRO

2.75 x 18 M/C 42P

PNEU TRASEIRO

90 / 90 x 18 M/C 57P

CHASSI

Diamond em aço estampado

DIMENSÕES (C X L X A)

1.982 mm x 736 mm x 1.056 mm

PESO SECO

107,7 Kg

CORES

Azul e vermelha (sólidas)

PREÇO PÚBLICO SUGERIDO BASE SÃO PAULO

R$ 4.660,00

OBS: Sem despesas de frete e seguro

 

 

 

TRAJETÓRIA DE SUCESSO

 

 

Evolução e principais mudanças da Família CG ao longo de sua história

 

 

 

 

Volta